Lc 17, 11-19

A lepra era doença não apenas física, mas social,  moral e religiosa. O  doente estava excluído do povo. O caminho de Jesus é acolhida, é  retorno para casa. Os dez leprosos, para serem curados, são enviados primeiro de volta à sociedade ( vão se apresentar ao sacerdote ). Esse caminho de esperança concreta é que cura. Já é retorno ao convívio, reinclusão…Reconhecer no caminhar já a esperança se realizando é libertador. Mas isso só acontece na dinâmica da gratidão,  do reconhecimento de Deus. Voltar para agradecer é ter coragem de celebrar no encontro com Deus o valor do próprio encontro. Não é recompensa, mas gratuidade de um Deus que ama.

Frei Claudemir Makximovitz, OFM/ Rocinha /RJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s