Lc 15, 1-32

Jesus  é acusado pelos puritanos de seu tempo de dar atenção e comer com os pecadores e gente de má fama. Sua resposta vem através de três parábolas de situações humanas do cotidiano. Quer mostrar como Deus age e deixa cada um tirar as conclusões. Como Filho de Deus, Jesus não pode ser diferente do Pai. O  filho pródigo, a  ovelha desgarrada e a moeda perdida nos indicam que o Deus de Jesus quer salvar a todos e não é um juiz que separa bons e maus.  A salvação não vem por “merecimentos”. É Graça e de graça do Deus  Amor(ágape) que não faz contabilidade com os nossos atos. Nestas parábolas da misericórdia encontramos o convite à conversão,  da qual todos precisamos. Somos chamados a imitar14-1-1 Jesus, fazendo-nos irmãos acolhedores e misericordiosos.

Frei César Külkamp, OFM / Petrópolis / RJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s